Advertisement
Advertisement
Advertisement

Linkin Park é Emo? Internet está discutindo se a banda se encaixa no gênero musical

31 março, 2023
Linkin Park é Emo? Internet está discutindo se a banda se encaixa no gênero musical

Segundo o site Tenho Mais Discos Que Amigos, nem sempre é fácil definir uma banda por seu estilo, especialmente uma como o Linkin Park, que evoluiu a cada disco. Mas o grupo de Chester Bennington costuma ser reconhecido como um dos precursores do Nu Metal.

A mistura de Heavy Metal e Hip-hop ficou marcada logo no álbum de estreia, Hybrid Theory (2000), que também rendeu associações com Rock Alternativo e Rap-Rock.

Agora, o revival Emo puxado por artistas como Willow e Machine Gun Kelly, junto com o retorno ao mainstream de grandes nomes como Paramore e My Chemical Romance, está fazendo a garotada se perguntar na internet se Linkin Park também não seria uma banda Emo.

Advertisement

Discussões sobre o assunto têm surgido no Reddit e até no fórum oficial dos fãs. Em outro post, uma pessoa implorou por ajuda com argumentos para convencer alguém de que a banda é Emo sim:

Essa garota vive me dizendo que Linkin Park NÃO é Emo… me ajudem a provar que ela está errada.

 

Internautas avaliam letras do Linkin Park

Bem, embora a maioria das respostas tenha dito que na verdade a garota está certa, alguns internautas citaram músicas do Linkin Park que teriam uma “energia” Emo, como “Numb”, “Burn it Down”, “One More Light” e “Somewhere I Belong”.

É bem verdade que grande parte das letras escritas por Chester e Mike Shinoda são bastante pessoais, emocionais e até angustiantes, características do Emo. A entrega do vocalista também sempre foi repleta de sentimento.

Mas, como te mostramos nessa lista de 10 músicas Emo de artistas que não são Emo, nem toda canção que aborda temas delicados como saúde mental e relacionamentos deve ser enquadrada imediatamente no gênero.

Mike Shinoda rejeitou o Emo

Do ponto de vista da sonoridade, o Emo remete ao Punk e Hardcore dos anos 1980, celebrando esses gêneros com agressividade na hora de tocar os instrumentos e um tom confessional nas letras.

Durante o lançamento do sexto álbum do Linkin Park, The Hunting Party (2014), Shinoda admitiu que a banda até passeou pelo território Emo nos discos anteriores, mas naquela ocasião queria se distanciar dele (via Noisecreep):

Para o novo álbum, tivemos que eliminar muito da abordagem suave e Emo da nossa música. Precisávamos excluir tudo que era agressivo apenas por ser. Nós não somos garotos de 18 anos fazendo um disco barulhento; nós somos adultos de 37 anos fazendo um disco barulhento.

 

20 anos de Meteora

Recentemente o Linkin Park lançou “Fighting Myself”, segunda prévia da edição especial de 20 anos do Meteora, que contará com outras inéditas, demos, raridades e versões ao vivo.

Antes, a banda tinha divulgado “Lost”, que assim como o segundo single também tem uma letra bastante pessoal e profunda. Além de matar um pouquinho.

 

Fonte: Tenho Mais Discos Que Amigos – Lara Teixeira

Advertisement


NOTÍCIAS
RECEBA NOTÍCIAS DO MUNDO DO ROCK E PARTICIPE DOS NOSSOS CONCURSOS
Kiss FM 92.5

Avenida Paulista, 2200 - 15º andar - São Paulo/SP

atendimento@kissfm.com.br

WhatsApp do ouvinte: 11 99887.4343

Kiss FM