Advertisement
Advertisement
Advertisement

Tina Turner ganha exposição do MIS, em São Paulo

11 maio, 2023
Tina Turner ganha exposição do MIS, em São Paulo

Segundo o site Big Rock N’ Roll, primeira exposição brasileira dedicada à lenda viva, “Tina Turner: uma viagem para o futuro” desvenda o início da carreira da eterna rainha do rock no início dos anos 1960 até o final dos anos 1990 sob as lentes de fotógrafos que fizeram parte da revolução musical e cultural que ocorreu na América nessas décadas. Com quase 200 milhões de discos vendidos e 12 Grammys, Tina é uma das cantoras de maior sucesso de todos os tempos, e sua história é contada por meio de imagens autênticas que retratam uma personalidade e um tempo único, que transpuseram décadas e seguem influenciando gerações.

Com curadoria e direção criativa do ecossistema criativo MOOC e curadoria adjunta de Adriana Couto, “Tina Turner: uma viagem para o futuro” reúne cerca de 120 fotos do acervo da The Music Photo Gallery realizadas pelos fotógrafos americanos Ebet Roberts, Bob Gruen e Lynn Goldsmith e pelo londrino Ian Dickson, além de conteúdos audiovisuais e instalativos. A mostra foi organizada em torno de quatro temas principais relacionados à vida de Tina: sua inigualável carreira musical; o poder feminino que faz da artista um referencial de superação; sua marcante participação na sétima arte; e seu estilo único refletido nos figurinos e seus penteados emblemáticos, envolvendo colaborações com grandes nomes da moda.

A exposição acontece no MIS, em São Paulo, até o dia 09 de julho.

Advertisement

Anna Mae Bullock nasceu em 26 de novembro de 1939, em Nutbush, no conservador estado do Tennessee, nos Estados Unidos. Começou sua carreira artística em 1957 sob o nome de Little Ann, ao lado de Ike Turner, com quem foi casada entre 1962 e 1978. Em 1960, Little Ann adotou o nome pelo qual ficaria famosa para sempre – Tina Turner –, com o lançamento do single “A Fool in Love”, ainda ao lado de Ike. Vinte e quatro anos mais tarde, já divorciada, depois de um período turbulento que envolveu uma relação extremamente abusiva, Tina lançou o single “What’s Love Got to Do It” (do álbum Private Dancer), que garantiu a ela o primeiro Grammy e o posto de número 1 da Billboard Hot 100 nos Estados Unidos. Em 1988, Tina entrou para o livro Guinness Records por ter alcançado o maior público para um show de uma artista solo. O show em questão aconteceu no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, reuniu cerca de 188 mil pessoas, e teve transmissão ao vivo para o mundo todo.

Tina é uma artista que antecipou tendências. Sempre à frente de seu tempo, merece que sua história seja contada não apenas com uma lente no passado, mas também sob uma perspectiva de futuro, como uma metáfora do olhar visionário que a artista sempre expressou através de sua obra. Tina é, sobretudo, inspiração.

“Tina Turner: uma viagem para o futuro” é uma realização da Cinnamon + Phi em parceria com o Museu da Imagem e do Som e Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo. A mostra tem apresentação do C6 Bank e Mastercard e apoio da Calzedonia e Beck’s.

Ingressos aqui: 

 

Foto: Bob Gruen

 

Fonte: Big Rock N’ Roll – Juliana Carpinelli

Advertisement


NOTÍCIAS
RECEBA NOTÍCIAS DO MUNDO DO ROCK E PARTICIPE DOS NOSSOS CONCURSOS
Kiss FM 92.5

Avenida Paulista, 2200 - 15º andar - São Paulo/SP

atendimento@kissfm.com.br

WhatsApp do ouvinte: 11 99887.4343

Kiss FM