Slayer: Kerry King acredita que banda se aposentou “cedo demais”

“Foda-se a gente. Foda-se eu. Eu odeio não estar tocando”, disse o guitarrista

Kerry King, guitarrista do Slayer, disse que a banda se aposentou “cedo demais”. O grupo se despediu dos palcos em novembro de 2019.

O guitarrista fez esse comentário enquanto estava gravando uma mensagem em vídeo para o Machine Head os parabenizando pelos 30 anos de banda.

“Então é hora de parabenizar meus amigos do Machine Head”, ele disse. “Aparentemente 30 anos é uma conquista muito grande. Não são muitas bandas que conseguem isso. Nós conseguimos… e então nos aposentamos cedo demais. Foda-se a gente. Foda-se eu. Eu odeio não estar tocando.”

O Slayer tocou pela última vez em 30 de novembro de 2019 no The Forum, em Inglewood, California. Ano passado King revelou ter “material para dois álbuns cheios” para um novo projeto, que também é formado pelo baterista Paul Bostaph.

King apareceu no vídeo ao lado de integrantes do Metallica, System of a Down e Korn para homenagear a banda de Robb Flynn. No vídeo, o guitarrista revelou que o Machine Head foi a única banda que ele escolheu a dedo para abrir para o Slayer e tudo isso aconteceu por ter se surpreendido com o álbum de estreia do grupo, Burn My Eyes.

Fonte: Wikimetal – Erica Y Roumieh

Rolar para cima

BAIXE O APP DA KISS FM