Advertisement
Advertisement
Advertisement

Produtor de “The Wall” diz que já viu Roger Waters fazendo comentários antissemitas

29 setembro, 2023
Produtor de “The Wall” diz que já viu Roger Waters fazendo comentários antissemitas

Foto de Roger Waters via Shutterstock

 

 

Advertisement

Nos últimos tempos, Roger Waters tem sido constantemente acusado de antissemitismo, termo utilizado para se referir ao ato de ofender ou discriminar os judeus. Muito disso, claro, se deve à frequente condenação de Israel que o ex-integrante do Pink Floyd apoia.

Segundo o site Tenho Mais Discos Que Amigos, apesar de Waters negar as insinuações, uma nova investigação da Campaign Against Antisemitism cita músicos judeus proeminentes que afirmam ter presenciado atitudes antissemitas dele.

Como contou a Consequence, no documentário intitulado The Dark Side of Roger Waters, o jornalista da BBC John Ware entrevistou Norbert Statchel, ex-saxofonista de Roger, e Bob Ezrin, produtor musical que participou de The Wall, disco lançado pelo Pink Floyd em 1979.

Roger Waters é mais uma vez acusado de antissemitismo

De acordo com Ezrin, Waters teria se referido ao agente da banda, Bryan Morrison, como “a merda de um judeu” durante uma brincadeira:

Uma das últimas coisas que ele disse foi tipo ‘porque Morry é a merda de um judeu’. Foi o primeiro sinal para mim de que podia haver algum antissemitismo escondido. Roger sabia que eu sou judeu, então, eu não sei se ele disse isso apenas para ver como eu reagiria ou se ele simplesmente não entendia o quão ofensivo isso poderia ser para uma pessoa judia. Pensei inicialmente que poderia haver algum antissemitismo sob a superfície.

 

Já Statchel revelou que, depois de Roger descobrir que o saxofonista era descendente de judeus Ashkenazi, aqueles com ancestrais assassinados no Holocausto, se ofereceu para “apresentar” Nobert à sua avó falecida, imitando-a de maneira incômoda:

Ele fez isso entrando em um personagem de uma mulher velha, passando a impressão de uma velha bruxa. Ele fez isso com a voz de uma camponesa judia polonesa.

 

O músico disse ainda que, certa vez, Waters negou comida vegetariana em um restaurante libanês por considerá-la judaica e afirmou que chegou a receber um alerta de outro membro judeu da comitiva de Roger para que não reagisse ao suposto antissemitismo do veterano artista se quisesse manter o seu emprego.

 

Polêmicas de Roger Waters

O documentário ainda mostrou uma captura de tela de um e-mail de 2010 que Waters escreveu para sua equipe discutindo ideias de design de palco para um próximo show. Na troca de mensagens, Roger teria sugerido pendurar um porco inflável acima do palco com a Estrela de Davi e termos antissemitas escritos nele.

Em tempo, Roger também tem encontrado polêmicas devido às suas posições políticas incisivas, que costumam criar atritos até com seus antigos companheiros de banda, como te contamos aqui.

Abaixo, você pode conferir o documentário The Dark Side of Roger Waters na íntegra.

Roger Waters no Brasil

Vale lembrar que, em Outubro e Novembro, Roger Waters tem shows no Brasil. As apresentações acontecerão em Brasília (24/10), Rio de Janeiro (28/10), Porto Alegre (01/11), Curitiba (04/11), Belo Horizonte (08/11) e São Paulo (11/11).

 

Fonte: Tenho Mais Discos Que Amigos – Gabriel von Borell

Advertisement


NOTÍCIAS
RECEBA NOTÍCIAS DO MUNDO DO ROCK E PARTICIPE DOS NOSSOS CONCURSOS
Kiss FM 92.5

Avenida Paulista, 2200 - 15º andar - São Paulo/SP

atendimento@kissfm.com.br

WhatsApp do ouvinte: 11 99887.4343

Kiss FM