Advertisement
Advertisement
Advertisement

Investigação sobre supostos abusos de Till Lindemann (Rammstein) é encerrada por falta de provas

30 agosto, 2023
Investigação sobre supostos abusos de Till Lindemann (Rammstein) é encerrada por falta de provas

Foto: Wikimedia Commons

 

Nos últimos tempos, é possível que você tenha visto que Till Lindemann, vocalista do Rammstein, estava sendo investigado pela polícia alemã por supostos abusos sexuais. Agora, os promotores do caso no país europeu decidiram arquivar o processo por falta de provas.

Advertisement

Segundo o site Tenho Mais Discos Que Amigos, o cantor de 60 anos foi alvo de acusações nos últimos meses e uma investigação oficial foi iniciada em Junho, usando como base o depoimento de uma mulher de 24 anos da Irlanda do Norte chamada Selby Lynn, que dizia ter sido “recrutada” para fazer sexo com o artista.

A fã acusou ainda os organizadores do evento de terem “batizado” sua bebida com drogas para acelerar o processo. Após o relato, diversas outras mulheres apareceram nas redes sociais com relatos similares, o que fez até mesmo com que o baterista Christoph Schneider se pronunciasse sobre a situação.

 

 

Investigações contra Till Lindemann são arquivadas

Till sempre negou as acusações e, vale ressaltar, a própria Selby Lynn disse anteriormente que Lindemann nunca chegou a tocar nela:

Ele aceitou que eu não queria fazer sexo com ele. Eu nunca disse que ele me estuprou.

Ainda assim, as acusações giravam em torno de uma suposta “pré-seleção” nas redes sociais de mulheres que iriam para as festas do cantor, que aconteciam antes e/ou depois dos shows do Rammstein.

De acordo com a BBC, a polícia alemã não encontrou provas de nenhum comportamento sexual predatório por parte de Till Lindemann e, por isso, a promotoria decidiu pela arquivação do processo.

Vale ressaltar que, como em outros casos, isso não significa que tenham sido encontradas provas contrárias às acusações ou que poderiam inocentar o vocalista de forma definitiva.

Vocalista do Rammstein pode processar acusadoras

Agora, no entanto, a equipe de advogados de Till Lindemann resolveu também dar início a “ações legais” devido à repercussão das acusações. Ainda não há novidades sobre uma possível busca por reparação, nem se ela será concedida pela justiça alemã.

Em tempo, os relatos geraram forte represália contra a banda, incluindo atos de vandalismo contra a sede do grupo em Berlim, na Alemanha, e um abaixo-assinado com mais de 75 mil nomes para que os shows do Rammstein fossem cancelados.

Mesmo assim, o Rammstein seguiu em frente com os shows marcados como parte da turnê de seu disco mais recente, Zeit (2022). Você pode ouvir o álbum em questão logo abaixo.

 

Fonte: Tenho Mais Discos Que Amigos – Felipe Ernani

Advertisement


NOTÍCIAS
RECEBA NOTÍCIAS DO MUNDO DO ROCK E PARTICIPE DOS NOSSOS CONCURSOS
Kiss FM 92.5

Avenida Paulista, 2200 - 15º andar - São Paulo/SP

atendimento@kissfm.com.br

WhatsApp do ouvinte: 11 99887.4343

Kiss FM